7 posts no canal "Lifestyle"

13/02/2010

Vídeos da semana: Eike Batista, Jamie Oliver e Kevin Rose

Nesta semana, assisti a três vídeos que gostei muito. Cada um falando sobre assuntos distintos e igualmente fascinantes: negócios, nutrição e tecnologia. Seus protagonistas foram: Eike Batista, Jamie Oliver e Kevin Rose.

Vamos a eles:

Entrevista de Eike Batista ao Charlie Rose

O talk show do Charlie Rose é um conceituado programa de entrevistas nos EUA. Com seu background negro e a famosa mesa oval de carvalho, o entrevistador recebe grandes personalidades do mundo dos negócios, política e entretenimento.

Na última segunda-feira, dia 8 de fevereiro, o polêmico empresário-magnata brasileiro Eike Batista esteve por lá, numa entrevista muito interessante, onde ele falou sobre sua vida e sua missão de construir a infra-estrutura do Brasil do futuro. Por consequência, pode se tornar o homem mais rico do mundo (na entrevista, projetou um patrimônio pessoal de US$ 100 bilhões em 10 a 15 anos).

Continue a leitura...

12/01/2010

Meus 5 pilares para performance pessoal

No final de 2009, ao avaliar meu ano e planejar 2010, vi que precisaria ter uma disciplina considerável para conseguir atingir as metas propostas. Equilibrar uma tonelada de demandas na vida profissional (empreender e gerenciar negócios e projetos), com a vida pessoal, principalmente para os casados e com filho(s), torna a missão quase impossível se não houver um planejamento claro.

Porém, para ter disciplina para cumprir as diversas tarefas diárias (e procrastinar menos), precisaria de mais energia física e foco. Então, resolvi listar os cinco pilares que servirão de base para uma melhor performance física e mental para este ano que promete ser repleto de desafios e crescimento.

Continue a leitura...

09/12/2009

De 2009 para 2010

Timewarp

Há alguns dias, comecei a revisar como foi meu ano de 2009, o que desejo para 2010, e fui anotando no Evernote. Hoje, ordenei tudo em várias pequenas listas que mostram as conquistas, novos hábitos, buracos de improdutividade e mais.

Acho que documentar estas listas no blog será como um registro em cartório, servindo como referência para minhas ações em 2010. No próximo ano, voltarei a este post com frequência!

Vamos às listas:

Meus hábitos improdutivos:

  • Hábito de multi-tasking por falta de definição de prioridades.
  • Micro-gerenciar os colegas no trabalho, por falta de processos que guiem o workflow.
  • Tarefas operacionais tomando muito tempo, ao invés de realizar mais atividades estratégicas.
  • Checar e-mail várias vezes ao dia.
  • Excesso de visitas diárias às redes sociais (no meu caso, Twitter e Facebook).

Continue a leitura...

05/12/2009

Minha viagem para a Índia e os reflexos em 2009

Gandhi2

Após quase um ano, escrevo um post sobre a viagem que fiz para a Índia, entre dezembro de 2008 e janeiro de 2009, que trouxe mudanças que refletiram por todo o ano. Fazendo um balanço de tudo que passou em 2009, vejo quanta coisa mudou e, ao contrário de outros anos, tenho uma nítida percepção de transformação.

A saga começou um mês antes do embarque, com a vacina contra a febre-amarela (obrigatória para tirar o visto no Consulado da Índia). No final de 2008, eu vinha de uma maratona profissional cujo stress baixou minha imunidade e, após a vacina, tive reação alérgica e uma febre moderada. Melhorei assim que pisei em solo indiano, o que já mostrava um bom sinal do que viria pela frente.

Continue a leitura...

27/11/2009

Como trabalhar com esta vista?

RJ

Nesta 4a feira, dia 25/11, palestrei sobre marketing e tendências na internet para o grupo de CEO's do Vistage, organização mundial de coaching para altos executivos. O evento foi no Hotel Marina Palace, no Leblon, Rio de Janeiro. A foto acima foi tirada da janela da sala de convenções, no 25o andar. Que diferença da vista dos prédios de São Paulo...

03/10/2009

Voltando para a Apple

Apple

Em 1987, aos 13 anos de idade, ganhei de meu pai meu primeiro computador. Era um TK-3000 IIe, da Microdigital, uma versão brasileira do Apple IIe.

Lembro-me da configuração até hoje: 320KB de memória (64KB + expansão de 256KB), disk drive de 5 1/4", e monitor de fósforo verde. Depois, viria uma impressora Epson LX300+, matricial.

Eu já gostava muito de informática. Mesmo sem computador, ficava lendo os fascículos de uma série chamada "Microcomputador Curso Básico", e ficava criando programas em BASIC que, depois, testava em computadores de amigos. Depois que ganhei o computador, fiz dezenas de joguinhos e aplicativos. Acho que, dos 13 aos 15 anos, fiquei, em média, 6 horas por dia no computador.

Nos fins de semana, eu chamava os amigos e ficávamos jogando e "trocando" programas. Na época, meu amigo Rodrigo Martinez, que estudava comigo no Pueri Domus, era um Applemaníaco e tinha centenas de softwares, espalhados em disquetes que guardava em caixas de sapato. Anos depois, o Rodrigo estava no grupo que fundou o provedor STI, vendido para a PSINet e, depois, fundou a hospedagem gratuíta hpG, vendida para o iG.

Em 1991, veio a fase do vestibular. Daí em diante, só usei computadores PC. Primeiro, um 386-DX40, depois, um 486-DX4, e vários outros em seguida. Minha vida profissional, em tecnologia, foi toda baseada em PCs e Windows.

Avançando para 2009, todo o hype em torno da Apple estava me atraindo a voltar a "experimentar a maçã". A combinação da plataforma Apple/Intel, o excelente MacOS e as aplicações baseadas na internet, tiraram todas as barreiras que podiam me impedir de largar os truculentos PCs. Então, há 3 semanas, migrei toda a minha vida digital para os produtos da Apple. Deixei meu notebook PC e meu celular Windows Mobile (ugh!), e, agora, estou com um MacBook Pro de 13" e um iPhone 3G (não consegui o GS no plano corporativo da Claro).

Após as primeiras semanas aprendendo as particularidades do Mac, posso dizer que estou 200% satisfeito com a mudança. É, Steve Jobs está certo. A experiência com um produto Apple é diferente, muito mais amistosa e natural. A integração de hardware e software é perfeita e não há experiência parecida com PCs.

E, tem mais um benefício: Não há quem deixe de admirar a maçã brilhando no belíssimo gabinete de alumínio ;-)

06/01/2008

Men's Health Living

Mhl Estava eu andando pela Fnac no dia 31/12 -- sim, momentos antes do Reveillon -- quando, por acaso, vi na seção de revistas a nova Men's Health Living. Comprei e achei curioso: é a primeira revista masculina com matérias voltadas para a vida do homem "moderno" em seu lar. Parece brincadeira de casinha para marmanjos ? Nem tanto. Há dicas de arquitetura e design de interior, gastronomia, cuidados do lar e mercado imobiliário (americano).
Parece que a revista é uma versão masculina do Martha Stewart Living (digamos que ela seria uma Ana Maria Braga do primeiro mundo). Interessante ver diversas matérias ensinando atividades básicas para o sujeito que decidiu morar sozinho e não sabe martelar um prego ou cozinhar algo decente... daqui a pouco, surgirão os homens-amélias.
A moda deve pegar e é bem provável que logo surja alguma publicação do gênero em terras tupiniquins. Antigamente, revista masculina era Playboy e similares. Depois, vieram VIP, UM, Vogue Homem e várias outras no gênero lifestyle pra barbados: moda, baladas, viagens, carrões, mulherada, etc.
Agora, vem a terceira onda... é a hora dos  "donos-de-casa" descolados.




Últimos livros